A gamificação como metodologia de ensino da semiologia médica

um relato de experiência

Autores

Palavras-chave:

Gamificação, Jogos Semiológicos, Metodologia Ativa, Semiologia Médica

Resumo

O presente artigo visa realizar um relato de experiência sobre o funcionamento do projeto de extensão Jogos Semiológicos, do UNIFOA, no município de Volta Redonda/RJ. O objetivo do projeto é fomentar o processo ativo de ensino aos estudantes. Para tanto, as atividades dos Jogos Semiológicos possuem caráter estritamente prático, em que estimula-se a revisão de conteúdos previamente estudados para a elaboração, aplicação e resolução das questões. São formados grupos de estudantes da mesma turma, para responder às perguntas. Aquele que respondeu corretamente, ganha a pontuação referente à questão. Dessa forma, o grupo ganhador dos jogos é aquele que conseguir pontuar mais. Entretanto, independente da equipe ganhadora, o aprendizado é compartilhado entre todos os participantes, uma vez que todos os alunos devem revisitar conteúdos previamente estudados e revisar a semiotécnica dos exames clínicos, demonstrando ser uma estratégia eficaz para envolver os alunos, promover aprendizagem ativa e facilitar a compreensão do conteúdo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALSAWAIER, RS. The effect of gamification on motivation and engagement. Int. J. Inf. Learn. Technol., v. 35, p. 56–79, 2018.

ANASTASIOU, LGC.; ALVES, LP. Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para estratégias de trabalho em aula. 9. ed. Joinville: Univille; 2010.

ANGUAS-GRACIA, A. et al. An evaluation of undergraduate student nurses’ gameful experience while playing an escape room game as part of a community health nursing course. Nurse Educ. Today, v. 103, n. 104948, 2021.

BATISTA, N. et al. O enfoque problematizador na formação de profissionais da saúde. Rev Saúde Pública, v. 39, n. 2, p. 231-237, 2005.

Deci, EL e Ryan, RM (2000). O 'quê' e o 'porquê' da busca de objetivos: necessidades humanas e a autodeterminação do comportamento. Investigação Psicológica , 11 , 227–268.

GORBANEV, I. et al. A systematic review of serious games in medical education: quality of evidence and pedagogical strategy. Medical education online, v. 23, n. 1, 1438718, 2018.

HUANG, R. et al. The impact of gamification in educational settings on student learning outcomes: A meta-analysis. Educ. Technol. Res. Dev., v. 68, p. 1875–1901, 2020.

KAPP, K.M. The gamification of learning and instruction: game-based methods and strategies for training and education. San Francisco: Pfeiffer, 2012.

LIN, HCK. et al. Effects of Incorporating AR into a Board Game on Learning Outcomes and Emotions in Health Education. Electronics, v. 9, n.11, 1752, 2020.

MANZANO-LEÓN, A. et al. Gamification in initial teacher training to promote inclusive practices: A qualitative study. International journal of environmental research and public health, v. 19, n. 13, p. 8000, 2022.

MIDÃO, CMV. O ensino da semiologia médica no estado do Rio de Janeiro (tese). São Paulo: Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. 2006. Disponível em: <http://repositorio.unifesp.br/bitstream/handle/11600/21550/Tese-10178.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em 27 de agosto de 2023.

MONIZ, E. T. A. et al. Distribuição da semiologia do adulto nas escolas médicas do Brasil. Revista brasileira de educação médica, v. 46, n. 3, p. e116, 2022.

Orlandi, TRC, Duque, CG, Mori, AM, & Orlandi, MT de AL (2018). Gamificação: uma nova abordagem multimodal para a educação. Biblios Journal of Biblioteconomia e Ciência da Informação , 70 , 17–30. https://doi.org/10.5195/biblios.2018.447

PIAGET, J. Epistemologia genética. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

PRICINOTE, S. C. M. N. et al. Percepção Discente sobre o Ambiente Educacional da Disciplina de Semiologia Médica. Revista brasileira de educação médica, v. 44, n. 1, p. e012, 2020.

REZENDE, JM. Fundamentos etimológicos da linguagem médica. 2004. Disponível em: <http://ibmexporto.com.br/material_suplementar/fundamento_etimologicos_da_linguagem_medica.pdf>. Acesso em 27 de agosto de 2023.

Downloads

Publicado

20-12-2023

Como Citar

Caio Miranda Oliveira, Maria Vitória da Silva Tomaz, Lívia de Moraes Ribeiro Meirelles, Rafael Angelo Pinto de Souza, Pedro Henrique Costa Diniz, Caio Túlio Esteves da Silva Oliveira, Ana Henriques de Souza, & Walter Luiz Moraes Sampaio da Fonseca. (2023). A gamificação como metodologia de ensino da semiologia médica: um relato de experiência. Congresso Brasileiro De Ciências E Saberes Multidisciplinares, (2). Recuperado de https://conferencias.unifoa.edu.br/tc/article/view/962

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>