Batalha de Ligas como metodologia de revisão da semiologia médica: um relato de experiência

Autores

Palavras-chave:

Ensino Médico, Gamificação, Ligas Acadêmicas, Semiologia Médica

Resumo

O presente artigo tem como objetivo relatar a experiência de alunos do curso de medicina do centro universitário do UniFOA na aplicação de um projeto de ensino ativo denominado “Batalha de Ligas”. O tema do projeto é a semiologia médica, em razão de sua essencialidade para a formação médica uma vez que esse campo de estudo constitui a base fundamental para o desenvolvimento do raciocínio clínico e diagnóstico do profissional de saúde. Já a ideia de aplicação do projeto como uma nova atividade de ensino se baseia nas vantagens do ensino ativo, preconizado por diretrizes de ensino mais recentes. Dentre os métodos ativos de ensino, destaca-se a “gamificação”, que consiste em implementar atividades interativas, como jogos, para estimular a retenção de informações associadas a momentos lúdicos, prazerosos e com trabalho em equipe. Ainda assim, o ensino da semiologia se dá, em muitos casos, por meio de cursos predominantemente teóricos passivos, embora a área do conhecimento seja majoritariamente prática. Nesse contexto, alunos do curso de medicina da instituição criaram o projeto “Batalha de Ligas”, uma atividade com a finalidade de acrescentar uma dinâmica “gamificada” ao curso. O método de aplicação da atividade é baseado em um quiz interativo sobre semiologia em que os competidores são os membros das “Ligas Acadêmicas” do curso de medicina da instituição. Por fim, o relato demonstra que a “Batalha de Ligas” é um exemplo aplicável de gamificação no ensino médico e uma ferramenta dinâmica, interativa e cooperativa de aprendizagem, ressaltando a importância de investimentos e pesquisas para melhor compreensão das novas metodologias de ensino ativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANASTASIOU LGC, A. L. P. Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para estratégias de trabalho em aula. [s.l.] Univille, 2010.

ATTALI, Y.; ARIELI-ATTALI, M. Gamification in assessment: Do points affect test performance? Computers & education, v. 83, p. 57–63, 2015.

BATISTA, N. et al. O enfoque problematizador na formação de profissionais da saúde. Revista de saude publica, v. 39, n. 2, p. 231–237, 2005.

DICHEV, C.; DICHEVA, D. Gamifying education: what is known, what is believed and what remains uncertain: a critical review. International journal of educational technology in higher education, v. 14, n. 1, 2017.

GRIPAY, B. et al. Benefits of semiology taught using near-peer tutoring are sustainable. BMC medical education, v. 22, n. 1, 2022.

HARING, C. M. et al. Student performance of the general physical examination in internal medicine: an observational study. BMC medical education, v. 14, n. 1, p. 73, 2014.

KAPP, K.M. The gamification of learning and instruction: game-based methods and strategies for training and education. San Francisco: Pfeiffer, 2012.

LEE, J. J.; HAMMER, J. Gamification in education: what, how, why bother? Acad. Acad. Exchange Q, v. 15, n. 2, p. 146–151, 2011.

LÓPEZ-QUINTERO, J. L.; PONTES-PEDRAJAS, A.; VARO-MARTÍNEZ, M. Las TIC en la enseñanza científico-técnica hispanoamericana: Una revisión bibliográfica. Digital education review, p. 229–243, 2019.

PRICINOTE, S. C. M. N. et al. Percepção Discente sobre o Ambiente Educacional da Disciplina de Semiologia Médica. Revista brasileira de educacao medica, v. 44, n. 1, p. e012, 2020.

PRIETO-ANDREU, J. M.; GÓMEZ-ESCALONILLA-TORRIJOS, J. D.; SAID-HUNG, E. Gamificación, motivación y rendimiento en educación: Una revisión sistemática. Revista Electrónica Educare, v. 26, n. 1, p. 1–23, 2022.

REILLY, B. M. Physical examination in the care of medical inpatients: an observational study. Lancet, v. 362, n. 9390, p. 1100–1105, 2003.

XU, M. et al. Game-based learning in medical education. Frontiers in public health, v. 11, 2023.

Downloads

Publicado

20-12-2023

Como Citar

Caio Miranda Oliveira, Caio Tulio Esteves da Silva Oliveira, Lívia de Moraes Ribeiro Meirelles, Maria Vitória da Silva Tomaz, Nataline Freitas de Azevedo Santos, Pedro Henrique Costa Diniz, Rafael Angelo Pinto de Souza, & Walter Luiz Moraes Sampaio da Fonseca. (2023). Batalha de Ligas como metodologia de revisão da semiologia médica: um relato de experiência. Congresso Brasileiro De Ciências E Saberes Multidisciplinares, (2). Recuperado de https://conferencias.unifoa.edu.br/tc/article/view/943

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>