Estado nutricional de pacientes com neoplasias bucais, de cabeça e pescoço: uma revisão de literatura

Autores

Palavras-chave:

Nutrição parenteral, Suporte nutricional, Neoplasias de boca, Neoplasias de cabeça e pescoço

Resumo

O câncer é um problema de saúde pública. Nas últimas décadas, o registro de câncer tem acrescido o número de novos casos. A World Health Organization (WHO) estima que taxas de câncer possam ter crescido 50% entre 2000 e 2020, passando de 10 para 15 milhões de novos casos. Quando a região acometida é a cervical e/ou a cavidade oral existem outras dificuldades enfrentadas. Um importante fator que deve ser posto em consideração é a questão nutricional e a capacidade de alimentação dos pacientes, haja vista a dificuldade de se alimentar e a consequente queda de aporte nutricional desses pacientes. Isso representa um maior risco de desnutrição entre os pacientes oncológicos. O objetivo deste estudo é estabelecer uma revisão de literatura acerca do perfil alimentar e estado nutricional de pacientes com neoplasia cervicais e bucais. Metodologia: Para a realização deste trabalho foram analisadas obras nacionais e internacionais, publicadas entre os anos de 1991 a 2020. Se tratando de uma pesquisa exploratória observacional retrospectiva de abordagem qualitativa em que foi utilizado o método da leitura analítica e comparada da literatura. Revisão: Tanto os pacientes submetidos a intervenções cirúrgicas, quanto quimioradioterápicas apresentaram alguma redução da ingesta de alimentos. A perda de peso relacionada ao câncer é bem conhecida pelo fato de contribuir para a piora do bem estar do paciente. Conclusão: Logo, é possível constatar os danos e o pior desfecho de pacientes com perda ponderal associados à doença neoplásica e apontar o prognóstico mais favorável de pacientes que recebem um acompanhamento mais efetivo e individualizado de sua dieta.

Referências

AJCC. American Joint Committee on Cancer. Cancer Staging Manual. In: Greene FL, Page DL, Fleming ID et al. (eds.). Nova York: Springer-Verlag, 2002.

BITTENCOURT, R. et al. Perfil epidemiológico do câncer na rede pública em Porto Alegre – RS. Revista Brasileira de Cancerologia, Porto Alegre, v.50, n.2, p.95-101,2004. Disponível em: <http://www1.inca.gov.br/rbc/n_50/v02/pdf/ARTIGO1.pdf>. Acesso em: 30 de novembro de 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer. Estimativa 2014: Incidência de Câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA; 2014. Disponível em: <http://www.inca.gov.br/estimativa>. Acesso em: 30 de novembro de 2020.

DA SILVA, C. V. R.; LABUTO, M. M. A oxigenoterapia hiperbárica como tratamento coadjuvante da osteorradionecrose dos ossos maxilares. Revista da JOPIC, [s. l.], v. 2, n. 4, p. 115-129, 2019.

DE FREITAS, R. M. et al. Fatores de risco e principais alterações citopatológicas do câncer bucal: uma revisão da literatura. RBAC, [s. l.], v. 48, n. 1, p. 13-8, 2016.

Duvvuri U, Simental Jr. AA, D’Angelo G et al. Elective neck dissection and survival in patients with squamous cell carcinoma of the oral cavity and oropharynx. Laryngoscope 2004; 114:2228

Friedlander PL, Schantz SP, Shaha AR et al. Squamous cell carcinoma of the tongue in young patients: a matched-pair analysis. Head Neck 1998; 20:363.

Yoshida K, Koizumi M, Inoue T et al. Radiotherapy of early tongue cancer in patients less than 40 years old. Int J Radiat Oncol Biol Phys 1999; 45:367.

Hicks Jr. WL, Loree TR, Garcia RI et al. Squamous cell carcinoma of the floor of mouth: a 20-year re-view. Head Neck 1997; 19:400. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788520452332/cfi/1349!/4/4@0.00:38.2> Aceso em: 30 de novembro de 2020.

MORAES, N. N. J. et al. Perfil Nutricional de pacientes oncológicos: métodos subjetivos e características da alimentação. Rev. Pesq. Saúde, [s. l.], v. 19, n. 2, p. 57-60, ago. 2018.

SASSERON, L. H.; DE CARVALHO, A. M. P.. Alfabetização científica: uma revisão bibliográfica. Investigações em ensino de ciências, v. 16, n. 1, p. 59-77, 2016.

Schantz SP, Yu GP. Head and neck cancer incidence trends in young Americans, 1973-1997, with a spe-cial analysis for tongue cancer. Arch Otolaryngol Head Neck Surg 2002; 128:268.

Takara, T. F. M.; Morikawa, W.; Vivacqua, R. R.; Trevisan C; Ando E.T.; de Carvalho G. M., et al. Avaliação nutricional em pacientes com câncer de cabeça e pescoço. Rev. Bras. Cir. Cabeça Pescoço. 2012;41(2):70-74.

VÉRAS, I. D. et al. Alterações orais e ingestão alimentar em pacientes com câncer de cabeça e pescoço em tratamento antineoplásico. Diversitas Journal: Sociedade, saúde e natureza, em busca de equilíbrios, Santana do Ipanema/AL, v. 4, n. 2, 2019.

WAAL, I. et al. Early diagnosis in primary oral cancer: is it possible? Oral Medicine and Pathology Publication Types 2011 May 1;16 (3): e300-5

Zide MF, Adnot J. Lower lip cancer: Mohs micrographic surgery and reconstruction as a multidiscipli-nary effort. J Oral Maxillofac Surg 1997; 55:818. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788520452332/cfi/1349!/4/4@0.00:38.2> Aceso em: 30 de novembro de 2020.

Downloads

Publicado

22-03-2023

Como Citar

Rafael Machado Martins, H., Andrade Pinto de Almeida, C., Tavares de Sá , T., & Schächter Guidoreni, A. (2023). Estado nutricional de pacientes com neoplasias bucais, de cabeça e pescoço: uma revisão de literatura . Congresso Médico Acadêmico UniFOA, 1–8. Recuperado de https://conferencias.unifoa.edu.br/congresso-medvr/article/view/194

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)