Estrutura organizacional e conflito em uma atualidade de proliferação do estranho

Autores

Palavras-chave:

Estrutura Organizacional, Conflito, Ambivalência, Estranhamento, Modernidade

Resumo

Segundo o sociólogo Zygmunt Bauman (1999), a busca incessante da ordem é a principal característica da atitude moderna, trazendo em sua essência, olhares binários e que separam o dentro do fora, a ordem da desordem. Deste modo, nenhuma vertigem pode ser tolerada, nenhuma mistura que dê margem à ambivalência. Entretanto, tais misturas sempre surgiram, sendo denominadas por Bauman como o Estranho, aquele que não respeita fronteiras. É este estranhamento que, na atualidade, parece se universalizar.  Quando se observa o cenário do Comportamento Organizacional, pode-se identificar significativa articulação entre os conceitos de Estrutura e Conflito Organizacionais, em alguns momentos, com uma atitude moderna voltada para a ordem e, em outros, com uma atualidade de estranhamento. Enfatiza-se que estruturas mecânicas apontam para a utilização de metodologias rígidas, abominando os conflitos e as instabilidades. Em contrapartida, vê-se estruturas mais orgânicas, que buscam divergências funcionais na interação entre os colaboradores na organização. Nesse sentido, torna-se importante o objetivo de analisar o impacto do respectivo cenário de constante estranhamento no modo como se pode conceber Estrutura e Conflito Organizacionais. A problemática a orientar o presente artigo, portanto, seria: em uma atualidade de intenso estranhamento, como pensar a efetividade de estruturas organizacionais, bem como o papel dos conflitos nas organizações? Salienta-se que o desenvolvimento dos estudos foi pautado, em termos metodológicos, pela pesquisa bibliográfica. Em última análise, concluiu-se que Estruturas Organizacionais mais sintonizadas com as instabilidades atuais e com a presença de conflitos funcionais, possuem uma dinâmica mais produtiva em relação ao novo, possibilitando uma melhoraria constante na organização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAUMAN, Z. Modernidade e ambivalência. Rio de Janeiro: Jorge Zahar,1999.

CHIAVENATO, I. Comportamento organizacional: a dinâmica do sucesso das organizações. 3. ed. São Paulo: Manole, 2014.

______________. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos na organização. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

ROBBINS, Stephen P. Comportamento organizacional. 11. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

Downloads

Publicado

28-10-2022

Como Citar

Douglas Polidoro Ribeiro da Silva, Júlio Cesar de Almeida Nobre, & Nayara Cristina Nogueira Marques. (2022). Estrutura organizacional e conflito em uma atualidade de proliferação do estranho. Congresso Brasileiro De Ciências E Saberes Multidisciplinares, (1), 1–9. Recuperado de https://conferencias.unifoa.edu.br/tc/article/view/98

Edição

Seção

Ciências Humanas e Sociais Aplicadas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)