Música e educação ambiental com a “Turminha do CEPSUL”

produção de paródias para a conservação marinha

Autores

Palavras-chave:

Arte, Meio ambiente, Educação, Material didático, Litoral brasileiro

Resumo

A educação ambiental é um direito de todos, sendo assim, meios que enriqueçam sua prática devem ser bem-vindos. A produção de material pedagógico, seja impresso ou em audiovisual, desempenha papel importante para a realização de atividades em ambientes formais e não formais buscando proximidade da relação entre o homem e a natureza. O presente artigo tem como objetivo mostrar as músicas educativas produzidas sobre os personagens da “Turminha do CEPSUL” durante o período de voluntariado no ICMBio/CEPSUL a serem usadas em atividades de educação ambiental pelo centro de pesquisa. Após a seleção de dois voluntários, o trabalho online foi realizado no período de novembro de 2021 a janeiro de 2022 envolvendo a apresentação da “Turminha”, a troca de ideias e experiências quanto à arte e educação ambiental, informações sobre os animais e a criação das paródias com autonomia e a criatividade dos participantes. Cada paródia produzida era divulgada no grupo online, contendo a letra, a gravação e o link de acesso ao instrumental no Youtube. Ao final, foram produzidas seis paródias a serem usadas como material didático para trabalhos de EA com a “Turminha do CEPSUL”: Edu-Cação (tubarão); Octília (polvo); Cara-Parça (caranguejo) e Barbichão (bagre). As paródias produzidas reforçam o tema de conservação da biodiversidade do litoral, a apresentação de espécies e também, a importância destes animais nos ambientes onde vivem. Apesar do cancelamento da atividade in situ proposta devido a COVID-19, estas canções poderão ser usadas em ações de EA pelo Cepsul em breve. Em suma, pode-se afirmar que as paródias musicais são um importante instrumento de educação ambiental, proporcionando a replicação de um conteúdo de forma alegre, lúdica e descontraída.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, G. M. de.; ABDO, J. P.; OLIVEIRA, A. K. M. de.; MATIAS, R. A música como instrumento de educação ambiental no contexto da pandemia. Revbea, São Paulo, v. 15, n. 4, p. 205-219. 2020

FARIA, C. F. Mapeamento do índice de contaminação por lixo nas praias da costa brasileira. 2022. Disponível em: https://repositorio.unifesp.br/bitstream/handle/11600/63206/TRABALHO%20DE%20CONCLUS%c3%83O%20DE%20CURSO_BICT-

MAR_CAROLINA%20FREITAS%20FARIA_134483_UNIFESP_2022.pdf?sequence=4&isAllowed=y . Acessado em: 15 set. 2022.

FIGURELLI, A. H.; PORTO, I. A relação entre turismo e educação ambiental e suas contribuições na luta por um mundo mais justo e preservado. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 20, p. 438-451, jan./jun. 2008.

IBAMA. Educação ambiental: as grandes diretrizes da Conferência de Tbilisi. Brasília: IBAMA, 1997. 154p.

ICMBIO. 2015. Portaria nº 16 de 02 de março de 2015. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 04 de mar. de 2015.

SILVA, M. da R.; PIANOVSKI, F. Projeto de Extensão Cepsul Comunica e Educa. 2022. Disponível em: https://issuu.com/mcaviquioli/docs/cepsul1 Acessado em: 27 set. 2022.

SZPILMAN, M. Tubarões: Porque você deve protegê-los (e não temê-los). 2015. Disponível em: https://www.amda.org.br/index.php/comunicacao/opiniao/2059-tubaroes-porque-voce-deve-protege-los-e-nao-teme-los. Acessado em: 15 set. 2022.

THIEMANN, F. T. C. DA S. Biodiversidade como tema para a educação ambiental: contextos urbanos, sentidos atribuídos e possibilidades na perspectiva de uma educação ambiental crítica. 2013. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/1797/5129.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acessado em: 15 set. 2022.

WEIGSDING, J. A.; BARBOSA, C. P. A influência da música no comportamento humano. Arquivos do MUDI, v. 18, n. 2, p. 47-62. 2015.

Downloads

Publicado

28-10-2022

Como Citar

Nicoly Faria Viana, Vagner Meira Cotrim, Mariana da Rocha Silva, & Eloisa Pinto Vizuete. (2022). Música e educação ambiental com a “Turminha do CEPSUL”: produção de paródias para a conservação marinha. Congresso Brasileiro De Ciências E Saberes Multidisciplinares, (1), 1–8. Recuperado de https://conferencias.unifoa.edu.br/tc/article/view/19