Fatores de risco para sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes autistas

um estudo de caso

Autores

Palavras-chave:

Autismo, Obesidade, Pediatria

Resumo

O sobrepeso e a obesidade são comorbidades de grande relevância em saúde pública mundialmente, em virtude da sua acelerada taxa de crescimento a cada ano. Diversos estudos demonstram uma importante associação entre a prevalência dessas comorbidades em portadores do transtorno do espectro autista (TEA), porém poucos são os estudos que abordam essa temática em crianças e adolescentes portadores desse transtorno.  Diante disso, este trabalho tem como objetivo identificar a frequência de sobrepeso e obesidade nesse público-alvo e fatores de risco associados. Para tanto, é necessário compreender os hábitos de risco de crianças e adolescentes com TEA, na faixa de etária entre 6 e 16 anos, matriculados na Escola Municipal Especializada Professora Dayse Mansur da Costa Lima, localizada no Município de Volta Redonda-RJ. A pesquisa foi submetida e aprovada pelo Comitê de Ética do UniFOA. Das 36 respostas que foram analisadas, verificou-se que 69,4% eram do sexo masculino e 55,5% eram adolescentes. Na classificação do estado nutricional constatou-se que 34,3% estão em risco de sobrepeso e 37,5% com peso elevado para idade. Fármacos antipsicóticos, como a risperidona, e fatores ambientais influenciaram significativamente nos altos índices de sobrepeso na amostragem avaliada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, A. K. A., FONSECA, P. C. A, OLIVEIRA, L. A., SANTOS, W. R. C. C., ZAGMIGNAN, A., DE OLIVEIRA, B. R., & DE CARVALHO, C. A. (2018). Consumo de ultraprocessados e estado nutricional de crianças com transtorno do espectro do autismo. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, 31(3).

CAETANO, M. V. & GURGEL, D. C. (2018). Nutritional profile of children bearing autism spectrum disorder. Revista Brasileira em Promocao da Saude, 31(1).

CDC - CENTER FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. Prevalence and Characteristics of Autism Spectrum Disorder Among Children Aged 8 Years — Autism and Developmental Disabilities Monitoring Network, 11 Sites, United States, 2018. Disponível em: https://www.cdc.gov/mmwr/volumes/70/ss/ss7011a1.htm. Acesso em:11 mai. 2022.

EVANS, E. W., MUST, A., ANDERSON, S. E., CURTIN, C., SCAMPINI, R., MASLIN, M., et al. 2012. Dietary patterns and body mass index in children with autism and typically developing children. RASD, 6(1), 399– 405.

KUMMER, A.; BARBOSA, I. G.; RODRIGUES, D. H.; ROCHA, N. P.; RAFAEL, M. S.;PFEILSTICKER, L.; SILVA, A. C. S.; TEIXEIRA, A. L. Frequência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes com autismo e transtorno do déficit de atenção/hiperatividade. Revista Paulista de Pediatria, 2016; 34(1):71-77.

LEITE, R.; MEIRELLES, L. M. A.; MILHOMEM, D. B. Medicamentos usados no tratamento psicoterapêutico de crianças autistas em Teresina – PI. Boletim Informativo Geum, v. 6, n. 3, p. 91-97, jul./set. 2015.

MAIA, M.S.D.; JACOMELLI, M.K. A Aprendizagem da Criança com Transtorno do Espectro Autista (TEA) através do Uso das Tecnologias da Informação e Comunicação–TIC. Revista Psicologia & Saberes, v. 9, n. 18, p. 16- 31, 2020.

MEC – MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Educação de autistas é o tema do programa Salto para o Futuro. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/component/tags/tag/autismo. Acesso: 10 mai.2022. PHILIPPI, S. T. Pirâmide dos Alimentos: Fundamentos Básicos da Nutrição. São Paulo, Manole, 2008. Rev Reflex. Crit. Curitiba, v.13, n 1, 2000.

PHILIPPI, S. T. Pirâmide dos Alimentos: Fundamentos Básicos da Nutrição. São Paulo, Manole, 2008. Rev Reflex. Crit. Curitiba, v.13, n 1, 2000.

REIS, L. B. M. Incidência da diabetes mellitus tipo 2 e seus impactos biopsicossociais na infância. In: Anais do I Simpósio de Otorrinopediatria do Norte de Minas e III Congresso Norte Mineiro de Saúde da Criança. p. 34.

SANTOS, B. Critério diagnóstico fonoaudiológico no transtorno do espectro autista: revisão de literatura. Revista Gepes Vida, v. 5, n. 13, 2020.

SCHLIEMANN, A.; ALVES, M.L.T.; DUARTE, E. Educação Física Inclusiva e Autismo. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 34, p. 77-86, 2020.

SILVA, J. K. S. C. C. História da rede de assistência ao autismo no município de Volta Redonda-RJ: uma análise da lei enquanto dispositivo de política pública e rede de cuidado. Suplemento Revista Saúde em Redes, v.2 n.1, Suplemento, 2016.

TJMG – Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais. Censo 2022 vai quantificar pessoas com Transtorno do Espectro Autista. Disponível em: http://ejef.tjmg.jus.br/censo-2022-vai-quantificar-pessoas-com-transtorno-do-espectro-autista/. Acesso em: 10 mai.2022.

Downloads

Publicado

28-10-2022

Como Citar

Bruno Rocha Silva Setta, Mayra Rozália Loureiro Novaes, Rider Santiago Alcoba Júnior, & Márcia Dorcelina Trindade Cardoso. (2022). Fatores de risco para sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes autistas: um estudo de caso. Congresso Brasileiro De Ciências E Saberes Multidisciplinares, (1), 1–9. Recuperado de https://conferencias.unifoa.edu.br/tc/article/view/163

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)