Estrutura Polimérica para Ciclekart

Autores

Palavras-chave:

Compósito verde, TGA e DSC. Reciclagem, Castanha do Pará, Resina Epóxi

Resumo

A indústria automobilística impulsiona a pesquisa em vários seguimentos, entre eles, eventos de desenvolvimento de novos veículos para competições. Dentro desta modalidade, as corridas conhecidas como CicleKart vem se destacando. Nelas são usados pequenos carros de corrida denominados de kart que se caracterizam por possuir assento único, estrutura semelhante aos automóveis do início do século passado (1920/1930) e serem construídos à mão. Sendo assim, a escolha dos materiais vai afetar diretamente o desempenho do mesmo. Neste contexto, o uso de materiais compósitos poliméricos, como substituinte de componentes metálicos, principalmente no que se refere à carcaça de automóveis, tem se apresentado de forma muito atraente devido a sua baixa densidade que leva a diminuição de peso e economia de combustíveis, resistência química e mecânica. Desta forma, este trabalho visou desenvolver um compósito a base de resina termorrígida epóxi e fibras recicladas de castanha do Pará (20% v/v) que serviram como estrutura externa de um Ciclekart. O processo, via Hand Lay-up, teve um ciclo de cura de 48h à temperatura ambiente. Posteriormente foram analisados a temperatura inicial de degradação, via TGA (thermogravimetric analysis), que apresentou Ti de 162°C, 358°C e 310,5°C (Biomassa, resina e compósito respectivamente) e DSC (differential scanning calorimetry) que resultou em um composto com características térmicas próximas ao da resina pura e com grau de cura que se mostrou completo (100%). Além disso, foi possível a diminuição do uso de polímeros, que contribui com o meio ambiente pela redução do descarte. Sendo assim, é possível, em termos de propriedades térmicas, o uso deste composto para fabricação deste kart.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BANDEIRA, C. F. Aplicação de frequências não convencionais na obtenção de curvas de DMA de compósitos poliméricos. 2011. 178 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica na área de Materiais) - Universidade Estadual Paulista, Guaratinguetá, 2011.

BANDEIRA, C. F. Obtenção e caracterização de compósitos de benzoxazina/fibra de carbono. 2015. 201 f. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) – Faculdade de Engenharia do Campus de Guaratinguetá, Universidade Estadual Paulista, Guaratinguetá, 2015.

BENINI, K. C. C. C. Desenvolvimento e caracterização de compósitos poliméricos reforçados com fibras lignocelulósicas:HIPS/fibra da casca do coco verde e bagaço de cana de açúcar. 2011. 125f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) – Universidade Estadual Paulista, 2011.

BRANDÃO, A. T. Desenvolvimento e caracterização de compósitos de polipropileno reforçados com fibras do bagaço de cana-de-açúcar. 2015. 55f. Dissertação (Mestrado Profissional em Materiais) – Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA, Volta Redonda, 2015.

CARVALHO, A. C. Fabricação e caracterização de compósitos à base de resina epóxi e fibras de bananeira. 2015. 93 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) – Universidade Federal de São João del-Rei, São João del-Rei, 2015.

CARVALHO, J. A. L. Compósitos de resina benzoxazina / biomassa extraída do resíduo da lavagem do açaí: Obtenção e caracterização 2019. 103f. Dissertação (Mestrado Profissional em Materiais) Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA, Volta Redonda, 2019.

COSTA, A. C. A. Obtenção e caracterização de compósitos de benzoxazina reforçados com fibra da casca de noz-macadâmia. 2018. 81 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Materiais) – Universidade de Volta Redonda -UniFOA, Volta Redonda, 2018.

DONG, C.; DAVIES I. J. Optimal design for the flexural behaviour of glass and carbon fibre reinforced polymer hybrid composites. 2012. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0261306912000301> Acesso em: 11 ago. 2023.

FLATOUT Site. Disponível em: https://flatout.com.br/cyclekarts-como-se-divertir-acelerando-miniaturas-de-classicos-com-rodas-de-moto/. Acesso em: 6 set. 2023.

LEÃO, M. A. Fibras de licuri: Um reforço alternativo de compósitos poliméricos. 2008. 109f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.

MEDIC: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Ambiente em Migração. Ministério da Economia. Setor Automotivo. Disponível em: http://mdic.gov.br/index.php/comercio-exterior/exportacao/cotas-de-exportacao/105-assuntos/competitividade-industrial/2972-setor-automotivo#:~:text=O%20setor%20 automotivo%20tem%20importante,de%20v%C3%A1rios%20outros%20setores%20industriais. Acesso em: 6 set. 2023.

MILANESE, A. C. Processamento e caracterização de compósito fibra de sisal/resina epóxi via RTM. 2012. 123 f. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica na área de Materiais) - Universidade Estadual Paulista, Guaratinguetá, 2012.

SANJAY, M.R., Arpitha, G.R., Naik, L.L., Gopalakrishna, K. and Yogesha, B. Applications of Natural Fibers and Its Composites: An Overview. Natural Resources, 7, p-108-114. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4236/nr.2016.73011. Acesso em: 8 set. 2023.

Downloads

Publicado

20-12-2023

Como Citar

Jairo de Oliveira Silva, Onofre Rodrigues de Lima Júnior, Clemilton Gomes dos Santos Filho, Ana Carolina Callegario Perira, Izabel de Oliveira da Mota, Sérgio Roberto Montoro, & Cirlene Fourquet Bandeira. (2023). Estrutura Polimérica para Ciclekart. Congresso Brasileiro De Ciências E Saberes Multidisciplinares, (2). Recuperado de https://conferencias.unifoa.edu.br/tc/article/view/1071

Edição

Seção

Ciências Exatas, Tecnologias e Engenharias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>