Equipe de Enfermagem

apoio emocional a pacientes com câncer

Autores

Palavras-chave:

Apoio emocional, Câncer, Equipe de Enfermagem

Resumo

Os objetivos do estudo foram apontar cuidados realizados por membros da equipe de enfermagem junto a pacientes com câncer e identificar as estratégias utilizadas por membros da equipe de enfermagem para oferecer apoio emocional a esses pacientes. Para iluminar os achados, abordou-se a Teoria das Relações Interpessoais em Enfermagem de Hildegard Peplau (1952). Pesquisa de campo, exploratória, descritiva, com abordagem qualitativa, realizada em um hospital privado de pequeno porte, no município de Volta Redonda (RJ). Participaram da pesquisa membros da equipe de enfermagem que realizam cuidados a pacientes oncológicos. Foram aplicados questionários com 2 perguntas abertas. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos através do número de parecer: 5.514.874 e número do CAAE: 59901722.0.0000.5237. Os resultados da pesquisa nos permitiram perceber que os cuidados de enfermagem prestados demandam conhecimentos técnico-científicos, pois a assistência vai além de cuidados básicos e requer cuidados específicos como administração de quimioterápicos e orientação quanto aos efeitos colaterais. Observou-se que a assistência de enfermagem deve ser planejada para promover conforto, bem-estar e apoio emocional aos pacientes oncológicos, observando o surgimento de alterações psíquicas e emocionais. As estratégias utilizadas pela equipe de enfermagem para proporcionar apoio emocional a pacientes com câncer são a interação paciente-profissional-família, a comunicação, a empatia e o acolhimento. Concluiu-se que a equipe de enfermagem é imprescindível no processo de cuidar de pacientes oncológicos, pois permanece a maior parte do tempo ao lado. A assistência oferecida deve estar fundamentada em conhecimentos aprofundados na área da oncologia, visando um atendimento integral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, T. G. et al. O uso da empatia por profissionais de enfermagem: uma revisão integrativa. In: Congresso de Iniciação Científica Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, 2012. Disponível em: < https://portalatlanticaeditora.com.br/index.php/enfermagembrasil/article/view/1258/3887> Acesso em: 10 de set. 2022.

ARAÚJO, C. P. et al. O acolhimento de enfermagem ao paciente oncológico. International Journal of Development Research, v. 11, n. 5, p. 46630-46634, maio 2021. Disponível em: <https://www.journalijdr.com/sites/default/files/issue-pdf/21766.pdf>. Acesso em: 14 set. 2022.

FARINHAS, G. V.; WENDLING, M. I.; DELLAZZANA-ZANON, L. L. Impacto psicológico do diagnóstico de câncer na família: um estudo de caso a partir da percepção do cuidador. Pensando fam., Porto Alegre, v. 17, n. 2, dez. 2013. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-494X2013000200009>. Acesso em: 15 out. 2022.

GEORGE, J. B. Teorias da enfermagem. Os fundamentos à prática profissional. 4 ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. 375 p.

HINKLE, J. L.; CHEEVER, K. H. Brunner & Suddarth – Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica. 14 ed. Brasil: Guanabara Koogan, 2020. 2312 p.

INCA. Instituto Nacional do Câncer. Duas décadas de Dia Mundial do Câncer e “Estimativa 2020” marcam o 4 de Fevereiro no INCA. Brasília: Instituto Nacional do Câncer, 2020. Disponível em: < https://www.inca.gov.br/en/node/3776#:~:text=Dessas%2C%204%20milh%C3%B5es%20t%C3%AAm%20entre,de%20mortes%20prematuras%20por%20ano>. Acesso em: 15 jun. 2021.

INCA. Instituto Nacional do Câncer. O que é o câncer? Brasília: Instituto Nacional do Câncer, 2012. Disponível em: . Acesso em: 18 jun. 2022.

LIMA, G. S.; NASCIMENTO, N. M. ONCOLOGIA: CUIDADOS PALIATIVOS AOS PACIENTES ONCOLÓGICOS. Temas em Saúde, João Pessoa, v. 17, n. 1, 2017. Disponível em: <https://temasemsaude.com/wp-content/uploads/2017/05/17116.pdf>. Acesso em: 14 set. 2022.

MORAES, L. M. P.; LOPES, M. V. O.; BRAGA, V. A. B. Componentes funcionais da teoria de Peplau e sua confluência com o referencial de grupo. Acta paul. enferm., v. 19, n. 2, jun. 2006. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/ape/a/ZCtvs3TbLFBfMy79SD85jTg/?lang=pt>. Acesso em: 15 set. 2022.

OPPERMANN, C. P.; BARRIOS, C. H. Entendendo o Câncer. Definições, prevenção e sinais de alerta. Porto Alegre: Artmed, 2014. 95p.

POTTER, P. A.; PERRY, A. G. Fundamentos de Enfermagem. 8. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

SALES, C. A. et al. Oncology nursing care from the perspective of family caregivers in the hospital context. Acta Paulista de Enfermagem. v. 25, n. 5, p. 736-42, 2012. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/ape/v25n5/en_14.pdf>. Acesso em: 01 jun. 2021.

Downloads

Publicado

20-12-2023

Como Citar

Ester dos Santos Lima, Clarissa Ferreira Pontual de Oliveira, & Maria Graziele dos Santos Silva. (2023). Equipe de Enfermagem: apoio emocional a pacientes com câncer. Congresso Brasileiro De Ciências E Saberes Multidisciplinares, (2). Recuperado de https://conferencias.unifoa.edu.br/tc/article/view/1023

Edição

Seção

Ciências da Saúde (exceto Medicina)

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.