As novas regras de rotulagem nutricional para a indústria de alimentos

Autores

Palavras-chave:

Rotulagem nutricional, Informação nutricional, Rótulos dos alimentos

Resumo

A nova rotulagem nutricional forma um elo comunicativo essencial entre produto e o consumidor, além disso, a rotulagem nutricional frontal tem sido apontada como a maior inovação da nova legislação sobre rotulagem no Brasil. O objetivo do presente artigo foi apresentar as novas regras de rotulagem nutricional para a indústria de alimentos, bem como elencar as principais informações relativas a rotulagem nutricional frontal.  A metodologia aplicada para a produção do trabalho refere-se à uma pesquisa qualitativa, por intermédio de uma revisão integrativa, com explorações em artigos científicos e legislações vigentes. De acordo com as novas regras de rotulagem nutricional, será obrigatório que a tabela de informação nutricional apresente uma declaração detalhada e quantitativa de valor energético, carboidratos, açúcares totais, açúcares adicionados, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans, fibra alimentar e sódio. A rotulagem nutricional frontal é uma declaração simplificada e padronizada onde deve ser apresentado o alto conteúdo de nutrientes específicos como, açúcar, gorduras saturadas e sódio. Sendo que estas informações devem constar no painel principal do rótulo. Além disso conforme a nova legislação, a rotulagem nutricional frontal não pode estar em locais encobertos, removíveis pela abertura do lacre ou de difícil visualização. Conclui-se que as mudanças nas regras da rotulagem se mostram imprescindíveis em virtude principalmente da alteração nos hábitos alimentares dos brasileiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BANDEIRA, L.M. et al. Desempenho e percepção sobre modelos de rotulagem nutricional frontal no Brasil. Revista de Saúde Pública, v. 55, p. 19, 2021.

BARROS, D.M. et al. Atualizações sobre a rotulagem nutricional dos alimentos. Brazilian Journal of Development, v. 9, n. 1, p. 4483-4493, 2023.

BRASIL. Instrução Normativa - IN n° 75, de 8 de outubro de 2020a. Estabelece os requisitos técnicos para declaração da rotulagem nutricional nos alimentos embalados. Diário Oficial da União, Brasília, DF. D.O.U. 09/10/20.

BRASIL. Resolução de Diretoria Colegiada - RDC nº 429, de 8 de outubro de 2020b. Dispõe sobre a rotulagem nutricional dos alimentos embalados. Diário Oficial da União, Brasília, DF. D.O.U. 09/10/20.

BRASIL. Resolução de Diretoria Colegiada - RDC Nº 727, de 1° de julho de 2022. Dispõe sobre a rotulagem dos alimentos embalados. Diário Oficial da União, Brasília, DF. D.O.U. 06/07/22.

PEREIRA, G.F.G., CUVELLO, L.C.F. Análise da nova legislação de rotulagem sobre a declaração nutricional frontal (front-if-pack lebelling fop) de produtos alimentícios no Brasil e em outros países da América Latina. REVISTA UNIÍTALO EM PESQUISA, v. 12, n. 3, 2022.

ROJAS, C.F.U.; SPINILLO, C.G. Avaliação de advertências: Contribuições do design da informação para avaliação de eficácia comunicacional de rotulagem nutricional frontal. InfoDesign-Revista Brasileira de Design da Informação, v.18, n.1, 2021.

WEBER, F.H. et al. Percepções dos consumidores sobre a rotulagem nutricional para aquisição de alimentos em Boa Vista do Buricá/RS. Revista Eletrônica Científica da UERGS, v. 8, n. 1, p. 22-31, 2022.

Downloads

Publicado

20-12-2023

Como Citar

Paula Cristina de Sousa Reis, Livia Pinto Heckert Bastos, & Kamila de Oliveira do Nascimento3. (2023). As novas regras de rotulagem nutricional para a indústria de alimentos. Congresso Brasileiro De Ciências E Saberes Multidisciplinares, (2). Recuperado de https://conferencias.unifoa.edu.br/tc/article/view/1012

Edição

Seção

Ciências da Saúde (exceto Medicina)